Studio Imago

O Princípio da Gestalt do Fechamento: Completando o Incompleto

Em um mundo onde estamos constantemente bombardeados por informações visuais, como podemos garantir que nossos designs se destaquem? Uma das respostas está nos princípios da Gestalt, uma teoria psicológica que oferece fascinantes insights sobre como nossa mente percebe visualmente o mundo ao nosso redor. É uma caixa de ferramentas incrível para qualquer aficionado por design, e hoje nós vamos explorar um desses princípios: o “Fechamento”.

O “Fechamento” é um conceito de design surpreendentemente simples, porém poderoso. Ele se baseia na tendência natural do nosso cérebro de preencher espaços vazios ou incompletos para formar imagens inteiras e coerentes. Isso significa que, mesmo quando parte da informação visual está ausente, nossa mente é capaz de “completar o quadro”, criando um sentido de integralidade. Este é um princípio crucial para comunicar efetivamente através do design.

Imagine um círculo parcialmente desenhado. Ainda que a linha do círculo não esteja totalmente completa, nossa mente automaticamente “fecha” a figura, percebendo-a como um círculo inteiro. É desta maneira que o “Fechamento” atua.

Exemplos práticos do uso do “Fechamento” não faltam em nosso cotidiano. Estamos cercados por logos e sinais que usam esse princípio. Um ótimo exemplo é o logo infame da Apple, que, apesar de ter um pedaço “mordido”, é facilmente reconhecido como uma maçã. Outro exemplo é a interface de usuário de muitos aplicativos, onde ícones parcialmente escondidos ou desenhados incompletamente ainda são percebidos como ícones completos.

Quando aplicamos o princípio do “Fechamento” no design, abrimos uma janela para a criatividade e a simplificação. Ao aceitar que nossa mente vai preencher as lacunas, podemos omitir detalhes desnecessários e focar no que é realmente importante, mantendo nossos designs clean e eficazes.

Entender e aplicar o “Fechamento” pode ser um verdadeiro game-changer no processo de design. Ele pode ajudar a criar designs visualmente atraentes, que comunicam de forma eficaz, e ainda estimulam a participação ativa do observador ao preencher as lacunas. Sem dúvida, o “Fechamento” é uma ferramenta fantástica para engrandecer nossos projetos e aprimorar nossas habilidades como designers.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Dominando a Semelhança

Olá, queridos leitores! Hoje vamos imergir na rica fonte de sabedoria que constitui os princípios da Gestalt, uma perspectiva que considera essencial para qualquer designer

Saiba mais »
Abrir bate-papo
👋Vamos conversar?
Escanear o código
Vamos conversar?
Olá caro criativo! 👋
Podemos ajudá-lo?